Novas reclamações bancárias em Pombal

A situação gerou transtornos notadamente para pessoas idosas e moradores da zona rural que compareceram a agência creditícia com o intuito de sacar valores.

Diante do exposto fica mais uma vez o registro de uma situação que parece estar se tornando corriqueira naquela unidade bancária.

Além da impossibilidade de realização de saques porque o dinheiro acaba nos terminais e não são reabastecidos de imediato, ainda se verifica a penitência das enormes filas pela limitação de caixas eletrônicos.

“Os funcionários não têm culpa pela falta de logística, mas a instituição deveria achar uma forma mais humana para melhor atender clientes notadamente aqueles que se utilizam do autoatendimento”, disse uma pensionista que pediu a reportagem para não ter o nome revelado.

CAIXA

Também várias reclamações de clientes da Caixa Econômica Federal de Pombal.

Os usuários se queixavam do atendimento na parte interna da unidade creditícia, notadamente pela exposição ao tempo nas filas de espera, mesmo com a emissão de fichas.

Outro fator observado pelos que ocupavam o espaço físico do banco era a demanda prejudicada por alguns clientes, empresários e comerciantes, que simplesmente cortavam as filas obtendo atendimento prioritário.

A situação gerou descontentamento pelo fato de muitos permanecerem aguardando pacientemente enquanto a rapidez para outros era notada de forma sistemática.

Não é comum reclamações com relação a CEF, se comparado a outros bancos da cidade, já que costuma realizar de maneira eficaz o atendimento.

Diante do exposto fica o registro no sentido de não perder a qualidade, nem gerar a insatisfação por parte dos que buscam os seus serviços.

Liberdade FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.